Balneabilidade de Penha tem melhora em pontos analisados pelo Instituto do Meio Ambiente

promenac

Divulgado nesta sexta-feira, o relatório de balneabilidade do Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina traz dados de balneabilidade a partir de coletas realizadas no último dia 17/11. No relatório, Penha aparece com 6 pontos considerados impróprios para banho e 5 próprios. No último relatório eram 7 os impróprios e 4 os próprios.

Na imagem você pode conferir os detalhes sobre cada um dos 11 pontos analisados.

Os técnicos do órgão ambiental realizam as coletas da água do mar a até 1 (um) metro de profundidade, na quantidade de 100 mililitros. O material coletado é submetido a exames bacteriológicos durante 24 horas. Os principais aspectos levados em consideração para às análises de balneabilidade são: 1) condições de maré; 2) incidência pluviométrica das últimas 24 horas no local; 3) temperatura da amostra e do ar no momento da coleta; 4) imediata condução para pesquisa em crescimento bacteriano.

A água é considerada:

Própria: quando em 80% ou mais de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local, houver no máximo 800 Escherichia coli por 100 mililitros.

Imprópria: quando em mais de 20% de um conjunto de amostras coletadas nas últimas 5 semanas anteriores, no mesmo local, for superior que 800 Escherichia coli por 100 mililitros ou quando, na última coleta, o resultado for superior a 2000 Escherichia coli por 100 mililitros.