Operação “Que Beleza” do Imetro fiscaliza chapinhas e secadores de cabelo

Serão fiscalizados produtos nacionais e importados

0

Uma operação especial do Instituto de Metrologia de Santa Catarina (Imetro/SC) tem objetivo de coibir a venda de produtos elétricos para beleza fora do padrão de segurança. Entre os próximos dias 4 e 8 de novembro, serão inspecionados aparelhos como chapas térmicas elétricas (alisadoras e chapinha), depiladores elétricos, secadores de cabelo, dentre outros.

Os agentes do Imetro vão percorrer o comércio de Florianópolis e de outras cidades catarinenses para checar se os produtos destinados para beleza, e suas embalagens, exibem o Selo de Avaliação da Conformidade. Serão fiscalizados produtos nacionais e importados, sendo que os plugues de todos aparelhos deverão estar dentro do padrão brasileiro.

“A presença do Selo do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) é a melhor evidência de que o produto foi submetido ao processo de certificação, que inclui a realização de ensaios com foco na proteção da segurança do consumidor. É primordial que a compra destes produtos seja feita somente no mercado formal para evitar produtos falsificados ou de procedência duvidosa”, alerta Rudinei Floriano, presidente do Imetro catarinense.

Neste período serão inspecionados aparelhos elétricos para permanente de cabelo; barbeadores elétricos; chapas térmicas elétricas (alisadoras/chapinha); depiladores elétricos; ferros elétricos de enrolar cabelo; máquinas elétricas de corte de cabelo; secadores elétricos de cabelo e secadores elétricos de mãos/unhas.

A iniciativa tem como objetivo coibir a venda de itens irregulares, com o intuito de oferecer aos consumidores somente produtos certificados e que, se utilizados de maneira correta, não oferecerão perigo ao consumidor.

“Muitos dos problemas que os consumidores enfrentam, inclusive riscos à segurança pessoal, podem ser evitados quando adquiridos produtos com segurança de procedência. Para isto, o Imetro desempenha um papel de relevância no Estado, fazendo um trabalho de fiscalização e também de prevenção que contribui para o desenvolvimento econômico com isonomia e qualidade à população”, ressalta o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino.

Consumidores que necessitarem de esclarecimentos ou suspeitarem de irregularidade podem contatar a Ouvidoria do órgão por meio do telefone 0800-6435200, das 12h às 19h, de segunda a sexta-feira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui